Wi-Fi 6: o que é, como funciona e quais são as vantagens

O Wi-Fi 6 é a nova geração da tecnologia sem fio que permite conectar dispositivos à internet. Ele foi lançado oficialmente em 2019 e promete oferecer velocidades mais altas, maior capacidade, menor latência e maior segurança do que as versões anteriores.

Mas o que isso significa na prática? E quais são as vantagens do Wi-Fi 6 para os usuários, as empresas e a sociedade em geral? Neste artigo, vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre o Wi-Fi 6 e como ele pode transformar a forma como acessamos a internet.

O que é o Wi-Fi 6?

O Wi-Fi 6 é o nome dado à sexta geração do padrão IEEE 802.11, que define as especificações técnicas da rede sem fio. Ele também é conhecido como AX Wi-Fi ou Wi-Fi 802.11ax.

O Wi-Fi 6 é uma evolução do Wi-Fi 5, que foi lançado em 2014 e é o padrão mais usado atualmente. O Wi-Fi 5 oferece velocidades máximas de até 3,5 Gbps (gigabits por segundo) e suporta até 256 dispositivos conectados simultaneamente.

Já o Wi-Fi 6 pode alcançar velocidades de até 9,6 Gbps e suportar até 1024 dispositivos conectados ao mesmo tempo. Além disso, ele tem uma eficiência energética maior, o que significa que os dispositivos que usam o Wi-Fi 6 podem ter uma bateria mais duradoura.

Como o Wi-Fi 6 funciona?

A sexta geração usa algumas tecnologias avançadas para melhorar o desempenho da rede sem fio. Algumas delas são:

  • OFDMA (Orthogonal Frequency Division Multiple Access): permite dividir um canal de frequência em vários subcanais menores, cada um com uma largura de banda diferente. Isso possibilita transmitir dados para vários dispositivos ao mesmo tempo, reduzindo a interferência e aumentando a capacidade da rede.
  • MU-MIMO (Multi-User Multiple Input Multiple Output): permite que um roteador envie e receba dados de vários dispositivos ao mesmo tempo, usando várias antenas. Isso aumenta a velocidade e a eficiência da rede.
  • BSS Color: permite identificar os pacotes de dados de acordo com a origem e o destino, usando cores diferentes. Isso ajuda a evitar colisões e congestionamentos na rede, melhorando a qualidade do sinal.
  • TWT (Target Wake Time): permite que um roteador e um dispositivo combinem um horário específico para se comunicarem, reduzindo o tempo em que o dispositivo precisa ficar ligado e consumindo energia.
  • WPA3 (Wi-Fi Protected Access 3): é o novo protocolo de segurança do Wi-Fi, que oferece uma criptografia mais forte e uma autenticação mais robusta dos dispositivos conectados à rede.

Quais são as vantagens do Wi-Fi 6?

O Wi-Fi 6 traz diversos benefícios para os usuários, as empresas e a sociedade em geral. Alguns deles são:

  • Velocidade: permite navegar na internet com mais rapidez, baixar arquivos mais pesados em menos tempo, assistir a vídeos em alta resolução sem travamentos e jogar online com mais fluidez.
  • Capacidade: permite conectar mais dispositivos à rede sem fio sem comprometer a qualidade da conexão. Isso é ideal para ambientes com muitas pessoas ou aparelhos usando a internet ao mesmo tempo, como escritórios, escolas, hospitais, hotéis, shoppings, estádios etc.
  • Latência: reduz o tempo de resposta da rede sem fio, ou seja, o intervalo entre o envio e o recebimento de dados. Isso melhora a experiência dos usuários em atividades que exigem uma comunicação instantânea, como videoconferências, jogos online, realidade virtual, realidade aumentada etc.
  • Segurança: oferece uma proteção maior contra ataques cibernéticos e invasões à rede sem fio, garantindo a privacidade e a integridade dos dados dos usuários.
  • Sustentabilidade: contribui para a economia de energia elétrica e a redução das emissões de carbono, pois permite que os dispositivos consumam menos bateria e que os roteadores sejam mais eficientes.

Como usar o Wi-Fi 6?

Para usar o Wi-Fi 6, é preciso ter um roteador compatível com o novo padrão e um dispositivo que também suporte o Wi-Fi 6. Alguns exemplos de dispositivos que já têm o Wi-Fi 6 são: iPhone 11, iPhone 12, Samsung Galaxy S10, Samsung Galaxy S20, Samsung Galaxy Note 10, Samsung Galaxy Note 20, Huawei P40, Huawei Mate 30, Xiaomi Mi 10, OnePlus 8 etc.

No entanto, mesmo que o dispositivo não tenha o Wi-Fi 6, ele ainda pode se conectar à rede sem fio usando o Wi-Fi 5 ou versões anteriores. O roteador Wi-Fi 6 é capaz de se comunicar com dispositivos de diferentes gerações, mas a velocidade e a qualidade da conexão serão limitadas pelo padrão mais antigo.

O Wi-Fi 6 é o futuro da internet sem fio?

O Wi-Fi 6 é uma tecnologia que promete revolucionar a forma como acessamos a internet sem fio, oferecendo uma conexão mais rápida, mais estável, mais segura e mais sustentável. Ele é especialmente importante para acompanhar o crescimento do número de dispositivos conectados à rede e as demandas por serviços de alta qualidade, como streaming de vídeo, jogos online, internet das coisas, inteligência artificial etc.

No entanto, o Wi-Fi 6 não é a única tecnologia que está mudando o cenário da internet sem fio. Outra inovação que está ganhando espaço é o 5G, a quinta geração da telefonia móvel, que também promete oferecer velocidades mais altas, maior capacidade, menor latência e maior segurança do que as gerações anteriores.

O Wi-Fi 6 e o 5G não são concorrentes, mas complementares. Eles podem trabalhar juntos para proporcionar uma experiência de internet sem fio mais completa e satisfatória para os usuários. Por isso, é importante estar atento às novidades e às oportunidades que essas tecnologias podem trazer para o nosso dia a dia.

Deixe seu comentário